sexta-feira, 20 de maio de 2016

Resenha - Hellraiser

Bom dia gente! Hoje vim trazer a resenha de um livro bem curto, mas bom o suficiente para eu ter amado e lido em três dias. Trata-se de Hellraiser, a obra de Clive Barker que deu origem ao filme Hellraiser - Renascido do Inferno, um clássico cult de horror de 1987. O legal é que o mesmo autor do livro dirigiu o filme também, o que eu particularmente acho muito bom. Além desse filme, ainda há outros sete, com o último lançado em 2013. Hoje eu assisti o primeiro, mas a muitos anos atrás eu assisti alguns os quais não me lembro de nada por conta do tempo, então foi bom ler o livro como uma história inédita. Quanto ao filme, eu achei bem legal, dentro do possível para um filme daquela época. Retratou bem a história do livro, mas com algumas mudanças no final. De qualquer forma, vale a pena ler o livro e ver o primeiro filme. Os outros eu ainda irei assistir.
Mas voltando ao livro, essa edição da Darkside é um luxo, a capa imita couro com todo um padrão em baixo relevo e com a figura do Cubo de Lemarchand na capa e na contracapa. Além disso, contém algumas ilustrações bem legais. Várias pessoas que me viram lendo, se admiraram com a beleza desse livro, e não é pra menos, ele é um dos livros mais bonitos que a editora já lançou e um dos mais bonitos da minha estante também.
Chega de blablablá e vamos conhecer um pouco mais da história dessa obra clássica do horror. :)
 

Frank nunca estava satisfeito com os prazeres já experimentados e estava sempre em busca de mais, até que um dia comprou o Cubo de Lemarchand por um vendedor chamado Kircher. Este havia prometido que com esse cubo, ele estaria no limiar de um novo mundo. Frank ouvira falar que o cubo proporcionaria um sonho de uma redoma dos prazeres onde aqueles cansados dos deleites triviais da condição humana poderiam descobrir uma nova definição do regozijo. Ao descobrir o segredo do cubo, um quarteto de cenobitas apareceram no seu quarto, mostrando a Frank um conceito de prazer completamente insano e diferente do que ele esperava. Assim, Frank sumiu do mundo que conhecemos e ficou aprisionado no quarto.

"Seu erro de verdade tinha sido a ingenuidade de acreditar que a sua definição de prazer era a mesma da dos Cenobitas."

Cubo de Lemarchand
 "- A caixa é uma maneira de quebrar a superfície do real - explicou. - Um tipo de invocação por meio da qual nós, os Cenobitas, somos notificados..."  

Cenobitas adaptados para o cinema
 Rory, irmão de Frank, era casado com Júlia e os dois se mudam para uma casa deixada por herança para ele e seu irmão localizada na Lodovico Street. Vizinhos falavam que viram Frank uma última vez naquela casa há um tempo atrás, antes de seu sumiço, que era frequente quando se tratava daquela figura tão aventureira e buscador incansável de novos prazeres.
Na casa havia um quarto úmido e escuro, onde outrora Frank realizara o ritual do cubo de  Lemarchand, onde convocou os cenobitas e se tornou prisioneiro deles naquele mundo onde a dor era constante.

"Da forma como foi, eles trouxeram sofrimento incalculável. Eles o inundaram com tanta sensualidade que sua mente oscilou entre a loucura, então, o iniciaram em experiências que faziam seus nervos convulsionarem só de lembrar. Eles chamavam aquilo de prazer e, talvez, estivessem falando sério. Talvez, não."
 
Júlia teve um caso com Frank pouco tempo antes de seu casamento com Rory, e apaixonada por ele, resolve ajudá-lo quando este, em uma forma completamente bizarra, consegue se comunicar com ela após ter recebido um pouco de sangue de forma acidental quando Rory cortou o dedo, nutrindo assim o chão daquele quarto e fazendo com que Frank saísse de seu cativeiro insano.
Júlia só queria que Frank retornasse ao mundo da forma como ela o conhecia e para isso os dois se uniram, matando inocentes para nutrir o corpo fraco de Frank.
Kirsty, amiga de Rory, é quem o ajuda a investigar o comportamento estranho de Julia, ao mesmo tempo que era apaixonada por ele.

O livro é excelente, é uma história muito bem bolada e insana de uma forma não clichê, onde não dá pra parar de ler até descobrir o final. Super indico a leitura e o primeiro filme dessa série. Amei, amei e amei. ♥
Até mais e boa leitura!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resenha - Evangelho de sangue

Bom dia gente! Hoje vim trazer uma resenha um pouco atrasada, já que terminei a leitura do livro na semana passada. Mas enfim... hoje vou f...