segunda-feira, 4 de maio de 2015

Castlevania - Lords Of Shadow 2 - O que achei!

Bom dia gente! Já faz um bom tempo que não falo de jogos heim? Mas comprei uns jogos recentemente e tirei o atraso haha. Bem, um deles foi Castlevania - Lords of shadow 2, que zerei ontem e vou falar agora o que achei.
O game foi publicado pela Konami em 2014 para PS3, Xbox 360 e PC e é a sequência do Lords of shadow. Bem, eu nunca joguei nenhum outro jogo da franquia do Castlevania, apesar de ser tão conhecido e aclamado por milhares de fãs pelo mundo. Já li algumas críticas negativas sobre esse jogo especificamente, principalmente para os jogadores que conhecem os jogos mais antigos. Eu pelo menos, gostei bastante do jogo, me lembrou um pouco a jogabilidade de Devil May Cry, então curti muito.


O jogo é lindo, assim como o gráfico e contém elementos sombrios, típico da atmosfera vampiresca. Controlamos o Drácula durante o game inteiro, mas existe uma DLC a parte que pode ser comprada para jogar com o Alucard, filho do Drácula.
 A jogabilidade me agradou muito, não tive nenhuma dificuldade para me adaptar. 

 
O game tem muito sangue, muitos monstros e mostra Drácula relembrando seu passado. Ele vê seu filho Trevor ainda criança e já no final, vemos ele adulto como Alucard, um poderoso (e lindo) vampiro como o pai. Drácula soube por Zobek do retorno de satã e propõe a recuperação de seus poderes para finalmente destruí-lo. Para isso, Drácula contará com a ajuda de Alucard.

Gente, o Alucard é lindo né? Estou apaixonada por ele! *-*

Vale lembrar que Alucard, que era um garotinho normal chamado Trevor, mas que acabou se tornando o poderoso Alucard, é apoderado por satã e é dessa forma que Drácula  o enfrenta em batalha.

Depois de jogar esse game, confesso que fiquei com vontade de tirar o psone da gaveta e conhecer a franquia desde os primórdios.  Estou curiosa para conhecer a história e tirar minhas próprias conclusões sobre a franquia. E é isso!

Boa jogatina!

domingo, 3 de maio de 2015

Resenha - A Estrada da Noite

Boa noite gente! Eu dei uma sumida, confesso, mas não esqueci do blog. Apenas me empolguei um pouco com a minha tv nova e devido a tantos filmes e séries, eu meio que deixei a leitura de lado. Mas aos pouquinhos li A Estrada da Noite do Joe Hill e terminei agora a pouco. Aguardem que nessa semana ainda postarei sobre um jogo, depois de tanto tempo. \o/
Mas enfim, pra quem ainda não sabe, o Joe Hill é filho do Stephen King, e por esse motivo tive muita curiosidade de conhecer o trabalho e estilo de escrita dele. E gostei muito. Demorei a ler devido a outras coisas que andei fazendo, mas o livro é muito bom mesmo. Já virei fã e quero ler os outros do autor com certeza.

Joe Hill

Vamos à resenha...


Judas Coyne é um astro do Rock e coleciona objetos no mínimo macabros. Para aumentar sua estranha coleção, ele arremata num leilão virtual um paletó de um homem já falecido. Na primeira noite após essa compra, as coisas já começam a mudar na vida de Jude e Geórgia, sua namorada. Craddock McDermott, o fantasma do paletó dá as caras na casa de Jude e ele juntamente com a namorada se vêem perseguidos e tentam se livrar de uma vez por todas desse fantasma.


Craddock era padrasto de Anna, ex namorada de Jude e que cometeu suicídio após ter sido mandada embora da vida dele. No entanto, Jessica Price, irmã de Anna revela que planejou que o paletó fosse comprado por Jude, além de culpá-lo pelo suicídio da irmã. Sua intenção era a morte de Jude. Mas a verdade vai muito além disso, e Jude e Geórgia vão até Jessica para descobrir o mistério por trás disso. Isso se conseguirem escapar desse fantasma maligno hipnotizador... 


Gente, indico muito a leitura desse livro. É um livro bem macabro, do jeito que eu gosto. Espero que gostem tanto quanto eu! Boa leitura!




Resenha - HQ - Destino - Crônicas de mortes anunciadas

Boa tarde gente! Hoje vim resenhar mais uma HQ para vocês. Trata-se de Destino - Crônicas de mortes anunciadas. Para quem leu Sandman, de N...