domingo, 25 de outubro de 2015

Resenha - Praticamente Inofensiva - Volume Cinco da Série O Mochileiro das Galáxias

Boa tarde gente! Hoje vim resenhar o quinto e último livro da Série O Mochileiro das Galáxias, escrito por Douglas Adams. Existem mais dois livros após o quinto, escrito por outro autor, mas ainda não tenho. Enfim, o quinto livro é um pouco diferente dos demais, mas é notório o estilo de Adams, suas loucuras inesperadas e sua forma de escrita excêntrica.
Gosto muito da capa, que segue o mesmo padrão das outras e esse volume é o maior de todos, com 191 páginas. Gostei da leitura, flui muito bem e sem dúvida é um dos meus preferidos da série.
Bem, vamos para a resenha dessa obra de arte. :)


No quinto volume, Arthur Dent e Ford Prefect estão separados. Arthur está em uma nave que cai e ele é o único sobrevivente do incidente, indo parar em um planeta chamado EAgora, mas que acaba vagando em diversos planetas, afim de encontrar um que seja parecido com a Terra.
Ford se encontra no prédio do Guia do Mochileiro das Galáxias, descobrindo assim que a InfiniDim comprou o Guia e que este está sendo vendido em diversos universos. O Guia é representado por um pássaro.
Arthur encontra finalmente um planeta parecido com a Terra, onde leva uma vida quase normal. Lá em Lamuella, ele passa a ser o Fazedor de sanduíches. Esses sanduíches são feitos com carne de Bestas Perfeitamente Normais.


Tricia (Trillian) era âncora de tv na Inglaterra. Seu sonho era um emprego de âncora que lhe pagasse dez vezes mais o seu salário atual. E ela teve sorte, quando alienígenas invadiram seu jardim...
Dent é surpreendido quando Trillian chega e deixa Random aos cuidados dele, para ir para uma guerra espacial. Random é uma garota e filha de Arthur. Sim, isso mesmo.
Posteriormente Arthur recebe um pacote que Ford o mandou, e Random que o abre, gerando uma enorme confusão.
Ford chega a Lamuella e junto com Arthur, montam numa Besta Perfeitamente Normal, indo parar em um bar no meio do nada, onde Prefect se interessa em uma nave rosa choque que pertence a um cartor desse bar. Nesse nave, conseguem retornar à Terra, onde acontece alguns reencontros e uma profecia é cumprida.

Como eu já disse, gostei muito desse livro e super indico a leitura.
Para quem não sabe, existe um filme baseado no primeiro volume, O Guia do Mochileiro das Galáxias no qual pretendo assistir em breve. 


Enfim, valeu a pena ler essa série, virei fã do Douglas Adams! Indico para todos que gostam de humor inteligente e de viajar sem sair de casa.
Boa leitura!

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Resenha - Até mais, e obrigado pelos peixes! - Volume Quatro da Série O Mochileiro das Galáxias

Boa noite gente, hoje vim trazer para vocês a resenha do quarto volume da série O Mochileiro das Galáxias, Até mais, e obrigada pelos peixes!. Minha intenção era concluir o quinto livro da série nas minhas férias, mas infelizmente não consegui, devido a outros afazeres, além da faculdade. :( Como hoje é meu último dia de férias, resolvi concluir de vez esse livro e postar a resenha no blog.
Gostei bastante desse livro, para quem desistiu da série devido o fato do terceiro volume ser super denso, recomendo a leitura desse, pois ele é bem mais leve e compreensível. Claro, dentro do normal se tratando do Douglas Adams.  A capa é bem bonitinha, como as demais da coleção e tudo faz muito sentido, todos os elementos da capa estão presentes na história.


A história inicia com Arthur Dent retornando ao seu planeta, através de uma nave. O tempo era de muita chuva e nenhum carro parou para dar carona a Dent e ajudá-lo a retornar para sua casa. Exceto um Saab que lhe deu carona. A figura ensopada, o carro e a maçaneta estavam todos em um planeta chamado Terra, um mundo cuja definição no Guia do Mochileiro das Galáxias era composta por duas palavras: "Praticamente inofensiva". Seu autor: Ford Prefect.


Na carona, Arthur ficou intrigado com uma garota que estava no banco traseiro e se chamava Fenny. Estava completamente maravilhado com a mulher.
Em sua casa, desfrutando e aproveitando cada cômodo de sua casa, Arthur se depara com um presente ao lado da TV. Tratava-se de um aquário. Quando ajustou o ângulo da luz, viu claramente as palavras delicadamente gravadas na superfície do vidro: "Até mais." "e obrigado..."
Pouco depois Arthur e Fenny, que na verdade era Fenchurch, se encontram e passam a se conhecer melhor. Juntos vão em busca de explicações para o desaparecimento dos golfinhos do planeta Terra. Em outro momento, vão em busca da Mensagem Final de Deus para sua Criação.
Ford Prefect aparece pouco na história, mas o suficiente para ajudar Arthur e Fenchurch a sair do planeta em uma confusão para lá de maluca.

E é isso gente, nunca pensei de ver um romancinho nessa série, mas está aí. haha
Achei bem legal o livro, dá pra ler rapidinho e se divertir com as loucas aventuras dessa turma.

Até mais e boa leitura!


sábado, 26 de setembro de 2015

Resident Evil - Revelations 2 - O que achei!

Boa noite gente, hoje vim falar de um jogo que eu estava muito ansiosa pra jogar desde que lançou e finalmente joguei e vim falar minha opinião sobre ele. Trata-se de Resident Evil - Revelations 2. Eu amo de paixão a franquia Resident Evil e sou suspeita pra falar. ♥
Bem, o Revelations 2 é um jogo de survival horror desenvolvido pela Capcom e lançado em fevereiro de 2015 para PlayStation 4, PlayStation 3, PlayStation Vita, Xbox One, Xbox 360 e Microsoft Windows. O jogo é dividido em quatro episódios, além de extras bem interessantes para complementar o entendimento da história, além de garantir horas de diversão. São dois episódios extras intitulados "Mocinha" e "O conflito", além do modo de Raid que é um minigame voltado para ação. O jogo, em sua versão brasileira, vem com um art book bem legal com a ilustração dos monstros, adorei!


Nesse jogo temos nossa querida Claire Redfield, que se uniu a uma organização chamada Terra Save para ajudar vítimas de armas biológicas.
No início do game, vemos a Terra Save ser atacada por um grupo desconhecido. Inclusive Moira Burton, a nova membro. Eles são levados a uma ilha deserta.
Barry Burton (do saldoso primeiro game da franquia) vai em busca de sua filha Moira e acaba conhecendo Natalia,uma garotinha que passa a acompanhá-lo na sua jornada. Devido a um incidente do passado, Moira e Barry não se dão bem e Burton se ver obrigado a mostrar o valor que sua filha tem para ele.


Eu confesso que senti um medinho com esse jogo, principalmente por causa de certos monstros bizarros e quando tem qualquer criatura com um objeto elétrico como serra ou furadeira, eu me cago toda, é o meu ponto fraco. :x
Mas isso é um bom sinal, já que a ideia do survival horror é essa.
Abaixo seguem algumas imagens do jogo, incluindo algumas que capturei enquanto eu jogava.

 Achei bem bonito os cenários e o gráfico do jogo para ps3 é ok.

Moira não usa armas de fogo, mas sua lanterna é de grande utilidade para encontrar itens e matar monstros.



Natalia possui uma habilidade que a permite ver certos monstros não visíveis para Barry. Ao apontar para o mostro, ela consegue ajudar Barry a matá-lo. A mini campanha extra "Mocinha" é bem legal porque explica um pouco como ela adquiriu essa peculiaridade.

 Adoro explodir uma cabeça... haha



E é isso gente, espero que tenham gostado do post. Eu gostei bastante do jogo, que até achei bem curto. Mas talvez seja por conta de Skyrim que é enorme e me deixou com essa impressão.
Se você ainda não jogou, eu indico muito.

Até mais e boa jogatina!



segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Resenha - A Vida, o Universo e Tudo Mais - Volume Três da Série O Mochileiro das Galáxias

Boa tarde gente! Estou animada porque estou de férias do trabalho, aliás, hoje já fazem 14 dias. :(
Mas enfim, estou aproveitando esse mês para malhar e fazer uma reeducação alimentar e isso também está me deixando mais disposta, então vamos lá resenhar!
O livro que falarei hoje se trata do terceiro volume do Mochileiro das Galáxias, intitulado A vida, o universo e tudo mais.
Para começar, eu gostei do livro e tal, mas achei inferior aos volumes anteriores. É um livro denso, mas continua com aquele humor típico do Douglas. Achei a narração meio bagunçada. Eu sei que o estilo do Douglas Adams é esse, de deixar a cabeça confusa, mas a leitura desse volume foi pesarosa e senti uma certa preguiça de concluir. Mas ouvi falar bem do quarto livro, então me animei para continuar a ler a coleção até o fim.
A capa é bem bonitinha, com todos os elementos ali mostrados presentes na história.


Arthur Dent e Ford Prefect se separaram quatro anos antes e este primeiro se encontrava ilhado numa Terra Pré-histórica como resultado de uma complexa sequência de eventos.
Ao ouvir um pequeno zumbido, se depara com uma nave na qual desce pela rampa uma silhueta alta chamando Dent de idiota. Se tratava de Wowbagger, o Infinitamente Prolongado. Era um homem com um objetivo que consistia em insultar o Universo em geral e cada um dos seus habitantes em particular. Isso porque ele se tornou um ser imortal através de um acidente.
Depois de um longo tempo, Ford Prefec e Arthur Dent se reencontram ainda na pré-história, quando Prefect anuncia que os dois estão de partida pois este detectou perturbações na corrente. Mais precisamente, uma perturbação em movimento na tessitura do espaço-tempo de um zéfiro, um núcleo de instabilidade bem próximo dos dois. Assim, surge um sofá Chesterfield no campo bem a frente deles e foi nele que os dois amigos foram parar em um campo de críquete. No mesmo campo, surge uma espaçonave branca que pertencia a Slartibartfast. Arthur não sabia, mas estava iniciando mais uma aventura: salvar o Universo dos robôs xenófobos do planeta Krikkit.



Krikkit é um planeta que está dentro de uma nuvem de poeira e desconhece qualquer outra forma de vida além das que lá habitam, já que esse planeta era o único de seu sistema solar.
No entanto, após cair uma nave no planeta, Krikkit percebeu que existia algo mais além dele. Dessa forma, decidiram que deveriam destruir todo o universo, tudo aquilo que não fosse krikkit. Quando foi declarado guerra, o Magistrado Pag, a fim de acabar com ela, mandou trancar o planeta em um envoltório chamado Tempolento. A partir daí, nossos queridos personagens entram em cena para libertar o planeta do Templotento.

Apesar da leitura densa, é um bom livro. Não é o meu preferido da série, mas merece a leitura, pelas críticas de Douglas Adams e pelo humor maluco. haha Enfim, leiam e tirem suas próprias conclusões.
Boa leitura! ;)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Resenha - O Restaurante no fim do Universo - Volume Dois da Série O Mochileiro das Galáxias

Boa tarde gente! Hoje trago para vocês a resenha do volume dois da série O Mochileiro das Galáxias. Para quem ainda não viu, segue o link da resenha do primeiro volume:
Acredito que já falei na resenha acima o quanto essa série é excêntrica e que nunca li nada igual. E com o volume dois, só fiz confirmar isso. É muito legal o enredo, os diálogos são engraçados e bem loucos haha. Eu gostei bastante do segundo volume, a história se desenrola de forma tão natural e tão inesperada que é impossível não se surpreender com as aventuras que Arthur, Ford, Trillian e Zaphod passam no decorrer de cada volume. Já me considero fã do Douglas Adams pela criatividade e pelo bom humor para lidar com diversos assuntos. Para quem tem a mente aberta, vai gostar com certeza.


Uma nave Vogon, pilotada pelo capitão Prostetnic Vogon Jeltz, responsável pela destruição do assim chamado "planeta" Terra, persegue a nave Coração de Ouro, com a finalidade de destruí-la. Diante desse problema, Zaphod e sua turma na nave se concentram e invocam dessa forma o bisavô já falecido desse último para ajudá-los de alguma forma nessa enrascada.
Após a nave Coração de Ouro saltar através de dimensões desconhecidas do tempo e do espaço, Zaphod some da nava e se vê num dos lugares mais chocantes do Universo conhecido, o planeta Beta da Ursa Menor, onde uma parte obscura de sua mente diz para encontrar Zarniwoop. Para isso, Zaphod vai à Editora Megadodo, sede do Guia do Mochileiro das Galáxias e lá encontra Roosta, que avisa à Beeblebrox que o estão perseguindo por ter desertado o governo.


Depois de acreditar estar morto, Zaphod encontra seus amigos no Restaurante no fim do Universo para apreciarem o fim de toda a existência.
Zaphod e Ford encontram uma nave negra na garagem do restaurante, onde Marvin se encontrava. Juntamente com Trillian, Arthur e Zaphod, eles viajam ao universo e por um infortúnio, mais uma vez se separam.
Zaphod e Trillian, juntamente com Zarniwoop, vão ao encontro do Homem que rege o universo e Ford e Arthur aparecem numa nave que estaria indo levar uma tripulação de pessoas de um planeta ameaçado de destruição por outro seguro.

Enfim, o livro é bem interessante e cômico. Indico muito a leitura.
Até a próxima, com a resenha do terceiro volume, e boa leitura!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Tag Estante Perfeita: Especial Um Ano de Blog!

Bom dia! O post de hoje é especial, tendo em vista que o blog fez um ano de existência! \o/
Na verdade fez um ano do dia 8 de julho, mas eu esqueci completamente e resolvi fazer esse post agora. No dia 8, inclusive, postei a resenha do livro Star Wars - A Trilogia, de forma inconsciente e fiquei muito feliz pela coincidência, pois amo muito esse livro e não poderia ser mais conveniente! :)
Para quem ainda não viu, segue o link do post da resenha:

Bem, eu vi a tag Estante Perfeita no blog Literárias, e achei bem legal respondê-la. Vamos lá começar!

1. Uma estante só é perfeita se tiver seus livros favoritos. Diga 3 livros que você ama e o por quê.
Essa pergunta é bem difícil de responder porque eu amo muitos livros da minha estante. Mas vou destacar três em especial, porque eles me marcaram muito e que são perfeitos.
O primeiro que escolhi é A Guerra dos Tronos, o primeiro volume das Crônicas de Gelo e Fogo e o motivo dessa escolha é simples, eu já amava a série e esse livro fez eu me apaixonar pela escrita do Martin e gostar ainda mais das Crônicas de Gelo e Fogo. Foi a partir desse livro que me aprofundei mais nesse universo tão lindo. O segundo que escolhi li há muito tempo e foi o primeiro que li do André Vianco, autor que gosto muito e que além de tudo é brasileiro. Adoro a escrita dele e como a história é sobre vampiros, me apaixonei por esse universo, por isso escolhi ele. O terceiro li a pouco tempo e é o livro de Star Wars: A Trilogia, da DarkSide. Esse livro foi importante porque além da escrita gostosa, me elucidou pontos importantes que eu não havia compreendido de imediato ao assistir os filmes.




2. Escolha livros que você não gostou para tirar da sua estante e diga o por quê.

Observando os livros que tenho, notei que não há nenhum de que eu não gostei. Claro que gosto mais de uns do que outros, mas não há nenhum que eu não tenha gostado a ponto de tirar da estante.

3. Quais são os livros autografados que você tem na sua estante que você mais gosta? 

Infelizmente, ainda não tenho nenhum livro autografado. =/

4. Quais livros faltam na sua estante para ela ser perfeita?

Outra pergunta difícil! Tem MUITOS livros que faltam na minha estante para ela ser perfeita. E para não deixar sem resposta essa pergunta, vou citar alguns deles. São eles todas as obras do Stephen King, os que ainda me faltam do André Vianco, os que ainda me faltam do Dan Brown e vários livros da DarkSide como Tubarão, Serial Killer, O Demonologista, Trilogia dos Espinhos, Sexta-Feira 13 e O Exterminador do Futuro. Esses são os principais, mas tem muitos outros que estou de olho há um tempo. Sim, são muitos mesmo! haha xD

5. Quais são as capas mais bonitas que você tem na sua estante?

Na minha estante tem algumas capas que eu acho muito bonitas. Os livros da Darkside são todos perfeitos, nunca vi alguma capa feia deles. São realmente caprichosos com a aparência, além do conteúdo, claro. Essas duas são duas que eu gosto bastante, são muito lindas! E o quinto livro das Crônicas de Gelo e Fogo tem também uma capa maravilhosa, com esse dragão e com a Daenerys na orelha. Amo demais. ♥


 

6. Mostre uma foto da sua estante/canto/gaveta/armário onde você guarda seus livros. 

Minha estante é o meu xodó e tenho um carinho muito especial por ela, afinal nela está guardada meus livros que tanto amo, além de action figures e bonequinhos que tanto gosto. É bem simples e ainda tem pouca coisa, mas amo tudo que tem nela. Enfim, esta é a minha querida estante:




 
Acabei postando duas imagens, haha, mas é isso aí gente. Gostei muito de responder essa tag. Espero que tenham gostado! E vida longa ao blog!
Até a próxima! :)

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Resenha - O Guia do Mochileiro das Galáxias - Volume Um

Boa tarde gente! Hoje venho resenhar para vocês o primeiro livro da trilogia clássica de cinco (sim, trilogia de cinco mesmo) do Guia do Mochileiro das Galáxias. É uma coleção que adquiri há um bom tempo e que só agora iniciei por conta dos outros da fila.
É uma coleção renomada pelo brilhantismo irreverente de Douglas Adams. Inclusive, o dia da toalha é dedicado à este autor. Se você gosta de fantasia e do espaço, certamente essa coleção é para você. Eu considero uma leitura única, diferente de qualquer outra coisa, enfim, vale a pena viajar com este guia! ;)


A minha coleção é da edição econômica, mas apesar disso, as folhas são amareladas e bom de ler. Todos os cinco livros são bem pequenos e dá pra ler rapidamente. Gosto muito das capas, tudo faz muito sentido e esse fundo do espaço é muito lindo! *-*

Arthur Dent é um homem de 30 anos com uma vida aparentemente normal. Inicialmente sua casa sofre ameaça de demolição devido a via que está situada. Seu amigo Ford Prefect é um extraterrestre que vive na Terra há 15 anos e que fingia ser um ator desempregado para despistar sua origem, sendo que sua intenção no planeta azul era fazer pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias.
Um dia, no bar, Ford avisa a Arthur sobre o fim do planeta Terra. No mesmo dia, os dois fogem da destruição do planeta graças aos conhecimento alienígenas de Prefect. 



Os dois pegam carona numa nave alienígena e no espaço, Prefect reencontra seu semiprimo  Zaphod Beeblebrox, um ser extraterrestre de duas cabeças e Presidente da Galáxia.
Zaphod rouba a Coração de Ouro, uma nave movida por um Gerador de Improbabilidade Infinita e é nessa nave que Beeblebrox, juntamente com Trilliam salvam Dent e Prefect quando eles são expulsos da nave Vogon no espaço, restando-lhes apenas 30 segundos de vida.
Essa turma entra em órbita de Magrathea, um planeta onde a população é especializada em construir outros planetas sob encomenda. Lá, Arthur encontra Slartibartfast, um engenheiro construtor de planetas que leva Dent em sua nave para mostrar Magrathea.
Mais aventura é notada na fase final do livro, onde essa turma de alienígenas e terráqueo é obrigada e fugir de Magrathea quando outras criaturas decidem comprar o cérebro de Arthur.


É um livro divertido, bem humorado e com críticas a cerca da vida como um todo, inclusive da política e religião. Indico a leitura! Em breve resenharei os próximos da trilogia de cinco.

Até mais e boa leitura! o/

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Resenha - Star Wars - A Trilogia

Boa tarde gente! Antes de mais nada, peço desculpa pela ausência. Estava no fim de mais um semestre da faculdade e a cada vez que o curso mais se aproxima do final, mais pesado fica pra mim, então devido aos trabalhos em excesso e provas, não consegui ler muito no mês passado. Mas enfim, hoje eu estou feliz em falar sobre um livro que eu amei tanto. Uma belíssima obra de uma das trilogias mais épicas e consagradas da história do cinema: Star Wars!
Os filmes da saga Star Wars do George Lucas ganham notoriedade e mais fãs ainda nos dias de hoje e são referência na cultura pop, como todos sabemos. Eu adoro os filmes e já assisti duas vezes cada um e com a leitura dessa edição lindíssima, de capa dura, da Darkside (<3), eu pude reviver cada cena e cada emoção de forma brilhante. O livro é dividido em três partes, cada uma referente a cada episódio da primeira trilogia.  A narração é muito gostosa e o livro, em si, é muito lindo. Amo essa editora, o capricho nos livros é fantástico. Essa capa, em especial, é toda laminada, realmente é um item indispensável aos fãs da saga.


Quanto à história, é referente a primeira trilogia, ou seja,  Uma nova esperança (episódio IV), O Império contra-ataca (episódio V) e O Retorno de Jedi (episódio VI). O enredo é fiel ao filme, os fatos também. Pra quem gosta dos filmes, vai gostar muito de rever tudo ao ler o livro.

Vou fazer um breve resumo de cada episódio.

Uma nova esperança
Luke vive em Tatooine com seus tios e após a compra de dois droides para ajudarem na plantação da fazenda do tio, Luke vê um recado projetado por R2-D2 da Princesa Leia, falando que Obi-Wan é o único que pode ajudá-la. Luke fica intrigado e a partir disso é desenvolvido uma cadeia de acontecimentos que leva Luke a sair de seu planeta de dois sóis para ajudar a princesa.

O Império Contra-Ataca
O Império ameaça a destruição da aliança rebelde. Luke é atraído por um meteorito e o império descobre a instalação da aliança e parte para o ataque. Luke é treinado pelo mestre Jedi Yoda em Dagobah. Han, Leia, Chewbacca e C3P-O vão à Cidade das Nuvens e encontram Lando Calrissian, velho amigo de Solo, e após caírem em uma armadilha, Han é congelado e seus amigos presos.

O Retorno de Jedi
C3P-O e R2-D2 vão ao palácio de Jabba para transmitir ao mesmo uma mensagem de Luke para negociar a vida de Han Solo. A Estrela da Morte, estação bélica do Império é construida aos poucos e  Luke, assim como Obi-Wan disse, é a única esperança. Pai e filho finalmente se enfrentam juntamente com Palpatine e verdades são reveladas.




Bem gente, eu falei muito rapidamente porque quase todo mundo já conhece a história de Star Wars. E se você ainda não conhece ou já assistiu aos filmes e não leu o livro, eu super indico a leitura. Eu estou apaixonada! *-*
E esse livro fica tão lindo na estante não é mesmo? Bom e bonito!


Quanto aos bonequinhos da Funko, eu comprei no AliExpress, um site da China muito conhecido e confiável. É como o Mercado Livre, só tem que ter todo o cuidado de pesquisar a reputação do vendedor. Esses bonequinhos são muito caros no Brasil, então se você, assim como eu, não tem o hábito (ou nunca) de viajar pra fora do país, a melhor opção é comprar na internet. Eu já comprei algumas vezes no Aliexpress e posso afirmar que é confiável, indico a todos. Claro, tendo os cuidados que já falei anteriormente.
O preço que paguei pelo Darth Vader e o Yoda é referente ao valor de apenas um aqui no Brasil, e tem sites que nem um dá pra comprar por esse preço. Como demora muito pra ser liberado da alfândega, demora um pouco pra chegar. Todas as minhas compras já feitas nesse site nunca passaram de três meses e sempre vieram bem embalados e em perfeito estado. São fofíssimos né? Sou apaixonada por eles!

E é isso pessoal, até a próxima! (Já que estou de férias, não deve demorar muito.) 
:)

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Castlevania - Lords Of Shadow 2 - O que achei!

Bom dia gente! Já faz um bom tempo que não falo de jogos heim? Mas comprei uns jogos recentemente e tirei o atraso haha. Bem, um deles foi Castlevania - Lords of shadow 2, que zerei ontem e vou falar agora o que achei.
O game foi publicado pela Konami em 2014 para PS3, Xbox 360 e PC e é a sequência do Lords of shadow. Bem, eu nunca joguei nenhum outro jogo da franquia do Castlevania, apesar de ser tão conhecido e aclamado por milhares de fãs pelo mundo. Já li algumas críticas negativas sobre esse jogo especificamente, principalmente para os jogadores que conhecem os jogos mais antigos. Eu pelo menos, gostei bastante do jogo, me lembrou um pouco a jogabilidade de Devil May Cry, então curti muito.


O jogo é lindo, assim como o gráfico e contém elementos sombrios, típico da atmosfera vampiresca. Controlamos o Drácula durante o game inteiro, mas existe uma DLC a parte que pode ser comprada para jogar com o Alucard, filho do Drácula.
 A jogabilidade me agradou muito, não tive nenhuma dificuldade para me adaptar. 

 
O game tem muito sangue, muitos monstros e mostra Drácula relembrando seu passado. Ele vê seu filho Trevor ainda criança e já no final, vemos ele adulto como Alucard, um poderoso (e lindo) vampiro como o pai. Drácula soube por Zobek do retorno de satã e propõe a recuperação de seus poderes para finalmente destruí-lo. Para isso, Drácula contará com a ajuda de Alucard.

Gente, o Alucard é lindo né? Estou apaixonada por ele! *-*

Vale lembrar que Alucard, que era um garotinho normal chamado Trevor, mas que acabou se tornando o poderoso Alucard, é apoderado por satã e é dessa forma que Drácula  o enfrenta em batalha.

Depois de jogar esse game, confesso que fiquei com vontade de tirar o psone da gaveta e conhecer a franquia desde os primórdios.  Estou curiosa para conhecer a história e tirar minhas próprias conclusões sobre a franquia. E é isso!

Boa jogatina!

domingo, 3 de maio de 2015

Resenha - A Estrada da Noite

Boa noite gente! Eu dei uma sumida, confesso, mas não esqueci do blog. Apenas me empolguei um pouco com a minha tv nova e devido a tantos filmes e séries, eu meio que deixei a leitura de lado. Mas aos pouquinhos li A Estrada da Noite do Joe Hill e terminei agora a pouco. Aguardem que nessa semana ainda postarei sobre um jogo, depois de tanto tempo. \o/
Mas enfim, pra quem ainda não sabe, o Joe Hill é filho do Stephen King, e por esse motivo tive muita curiosidade de conhecer o trabalho e estilo de escrita dele. E gostei muito. Demorei a ler devido a outras coisas que andei fazendo, mas o livro é muito bom mesmo. Já virei fã e quero ler os outros do autor com certeza.

Joe Hill

Vamos à resenha...


Judas Coyne é um astro do Rock e coleciona objetos no mínimo macabros. Para aumentar sua estranha coleção, ele arremata num leilão virtual um paletó de um homem já falecido. Na primeira noite após essa compra, as coisas já começam a mudar na vida de Jude e Geórgia, sua namorada. Craddock McDermott, o fantasma do paletó dá as caras na casa de Jude e ele juntamente com a namorada se vêem perseguidos e tentam se livrar de uma vez por todas desse fantasma.


Craddock era padrasto de Anna, ex namorada de Jude e que cometeu suicídio após ter sido mandada embora da vida dele. No entanto, Jessica Price, irmã de Anna revela que planejou que o paletó fosse comprado por Jude, além de culpá-lo pelo suicídio da irmã. Sua intenção era a morte de Jude. Mas a verdade vai muito além disso, e Jude e Geórgia vão até Jessica para descobrir o mistério por trás disso. Isso se conseguirem escapar desse fantasma maligno hipnotizador... 


Gente, indico muito a leitura desse livro. É um livro bem macabro, do jeito que eu gosto. Espero que gostem tanto quanto eu! Boa leitura!




quarta-feira, 1 de abril de 2015

Resenha - As Crônicas de Gelo e Fogo - A Dança dos Dragões - Livro Cinco

Bom dia! Gente, nem preciso dizer mais um vez o motivo da demora para ler livros longos né? Pois é, de novo por causa da faculdade. Mesmo assim, estou satisfeita em ter conseguido ler 811 páginas em menos de um mês, lendo sempre que possível no trabalho e até nos intervalos das aulas da faculdade! haha
Bem, hoje vim resenhar outro livro gigante, e dessa vez o quinto livro da coleção das Crônicas de Gelo e Fogo do George Martin, o último da sequência já publicada pela Editora LeYa.
Se você não conferiu, abaixo seguem os links com as resenhas dos livros anteriores:

Tenho que confessar que desde ontem estou mais depressiva que o meu natural, por motivos que só vai entender quem leu o quinto volume e quem ama esse universo de Martin.
O livro mantém seu padrão lindo de sempre, e essa capa é uma das mais, senão a mais bonita de todas na minha opinião. Ficou fodástica. Já vi várias capas diferentes dessa coleção publicada em vários países e a nossa capa brasileira sem dúvida ganha de todas! *---*

 

O Sexto livro da coleção, Os Ventos do Inverno, que seria publicado esse ano, mudou o ano de lançamento para 2016 para nossa tristeza. Pelo menos temos a série para nos confortar que terá a estreia da quinta temporada no dia 12 de abril, e que estou muito ansiosa para assistir. Vale lembrar que o livro está a frente da série e que ela não seguirá necessariamente o mesmo roteiro dos livros, podendo sofrer algumas alterações relevantes.
Vamos adentrar mais na história, lembrando que a partir de agora terá SPOILERS na resenha, no caso de quem ainda não leu os livros anteriores, se você leu até o quarto, pode ler sem ter medo de ser feliz. :)

Depois que Tyrion Lannister mata seu pai na latrina com uma besta, ele consegue fugir de Porto Real com a ajuda de Varys e vai até Pentos, para o lar do rico e poderoso Magíster que anteriormente acolheu Daenerys e Viserys antes dela se casar com Khal Drogo. 
Daenerys governa em Meereen, a cidade de tijolos coloridos, e tenta a todo custo manter a ordem e a paz entre seu povo, de forma a não permitir a volta das arenas de luta, onde seu alvo é o derramamento de sangue e dilaceração para o entretenimento de seus moradores. Entretanto, tendo em vista a ameaça yunkaíta, ela se casa com Hizdahr zo Loraq, um local de nacimento nobre, em busca da paz e harmonia, mesmo amando Daario... No entando, a arena de luta é reaberta.
Os Filhos da Harpia, um grupo secreto que tenta sempre atacar o povo de Meereen as escondidas, ataca a cada dia mais o povo de Dany, e Hizdahr se torna o principal suspeito de ser o líder, ou seja, a Harpia. 
Cersei se vê obrigada a confessar seus pecados ao Alto Septão e é obrigada a passar por grande humilhação, para retornar à Fortaleza Vermelha e rever seu filho. Durante sua prisão, o conselho do rei é alterado mais uma vez e Kevan comanda como regente.


 Na Muralha, Jon Snow faz seu papel de Senhor Comandante, tentando de forma arriscada, fortalecer o poderio da muralha. Stannis parte para confrontar Lorde Bolton e seu filho Ramsay em Winterfell. Fedor sofre nas mãos do bastardo de Bolton, chegando a ficar em estado deplorável.
Davos vai a Porto Branco para tentar fazer um acordo com Lorde Wyman Manderly e trazê-lo para a causa de Stannis.
Asha foi capturada pelas forças de Stannis e segue com o mesmo para Winterfell, como refém.
Arya permanece na Casa do Preto e Branco e faz novas descobertas que fazem parte de seu treinamento.
Brienne reencontra Jaime, alegando ter encontrada uma das filhas de Ned Stark.
Quentyn, filho de Doran Martel, chega a Meereen com objetivo de casar-se com Daenerys 
Dany sofre tentativa de envenenamento enquanto assistia com seu marido uma luta na arena, e Drogon, seu dragão sumido, aparece...
Tyrion é leiloado e vendido como escravo, juntamente com Merreca e Jorah Mormont, e fazem de tudo para chegar até a Rainha Dragão...

Gente, dá vontade de chorar ao resenhar esse livro... Queria falar tanto, porque tem muito o que falar dessa obra-prima, mas o post ficaria gigante, então resumi o máximo que pude.
Como eu sempre falo, todo mundo deveria ser obrigado a ler essa coleção do Martin. É sem explicação o quanto é foda. Enfim, leiam! ;)


Boa leitura


sexta-feira, 6 de março de 2015

Resenha - A Menina Submersa

Bom dia! Sinto como se tivesse muito tempo que não posto nada aqui, mas o que aconteceu é que essa minha última leitura foi meio lenta, mesmo sendo pequeno o tamanho do livro. Isso se deu por conta da faculdade que voltou, então nesse semestre minhas leituras serão um tanto mais lentas. 
Bem, vamos ao que interessa! O livro que vou resenhar hoje é mais um da DarkSide que todos sabem que eu amo muito. Trata-se de A Menina Submersa: Memórias, da Caitlín R. Kiernan. Esse livro tem a lombada rosa e uma capa no mínimo instigante. Muito bonito, por sinal! E não é só a aparência que é positiva não, o conteúdo também é. Já tinha ele a um tempo na estante e sempre fui curiosa para lê-lo, desde o seu lançamento.


"Vou escrever uma história de fantasmas agora", ela datilografou

Essa história mergulha muito na mente humana de uma garota epilética, de 24 anos, chamada India Morgan Phelps, ou simplesmente Imp. Ela tem um histórico na família, digamos que muito perturbador. Sua mãe Rosemary Anne cometeu suicídio aos 56 anos enquanto estava internada no Hospital Butler. Mesmo estando amarrada à cama e com câmeras de vigilância, ela conseguiu engolir a própria língua e morreu sufocada. Outro suicídio aconteceu com sua avó, chamada Caroline. Diante disso tudo, India se tornou, (vamos chamar de) meio louca.
India toma remédios controlados e encontra-se com Ogilvy, sua psiquiatra. O livro mostra diversos diálogos entre as duas.

"Não tinha percebido que também sou loucca - e que provavelmente sempre havia sido - até alguns anos depois da morte de Rosemary. É um mito que as pessoas loucas não saibam que são loucas. Sem dúvida, muitos de nós são capazes de epifanias e introspecção como qualquer outra pessoa, talvez até mais. Suspeito que passamos muito mais tempo pensando sobre nossos pensamentos do que as pessoas sãs. Ainda assim, simplesmente não tinha me ocorrido que o modo como eu via o mundo significava que eu herdara a "Maldição da Família Phelps"."
Imp

Imp, aos 11 anos, foi levada a um museu por sua mãe no dia do seu aniversário. Foi aí que ela teve o primeiro contato com o quadro da Menina Submersa, de Phillip George Saltonstall.  No quadro está uma garota em um rio, nua e olhando para seu lado  direito entre as árvores. Imp passa a criar uma obsessão por esse quadro, e é nesse contexto que surge Eva Canning em seu caminho. India é atormentada pelo fantasma de Eva, e decide escrever uma história de fantasmas, onde a realidade e a fantasia se misturam.


Abalyn surge na vida de Eva e as duas se tornam namoradas. No entanto, a obsessão de Imp coloca a relação em risco. Imp tem de se livrar de seus fantasmas, mas será que ela consegue? Abalyn será importante nesse momento?

Eu indico a leitura desse livro. Garanto que é algo único, bonito e complexo, e ao mesmo tempo fascinante. É um mergulho (literalmente) na mente humana.
Boa leitura! :)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Resenha - As Crônicas de Gelo e Fogo - O Festim dos Corvos - Livro Quatro

Bom dia! Hoje vim falar sobre o quarto livro das Crônicas de Gelo e Fogo, O Festim dos Corvos, do querido George Martin.
Se você ainda não viu, abaixo está linkado as resenhas dos livros anteriores:

Livro Um - A Guerra dos Tronos
Livro Dois - A Fúria dos Reis
Livro Três - A Tormenta de Espadas

Bem, esse livro não contém capítulos de todos os personagens, como os anteriores. Isso acontece porque Martin tinha escrito muito material e o livro ficaria gigantesco, então ele decidiu dividir esse material em dois livros. No entanto a divisão foi feita por personagens e não na  divisão do conteúdo de maneira brusca. Dessa forma, no livro quatro não temos o Tyrion, Jon Snow e Daenerys (e outros). Por isso estou louca para iniciar o próximo livro e saber o que vai acontecer com esses personagens (que diga-se de passagem, são os mais fodas, além da Arya)!
Uma coisa que vale ressaltar é a abordagem sobre diversas religiões nesse livro. Eu acho fascinante as criações de Martin, e se tratando de religião, fico súper vidrada.
Fisicamente, o livro segue o padrão de capa dos outros. Eu nem preciso falar que eu amo as capas, não é mesmo? São perfeitas! Esse livro não é tão grande, então dá pra ler em menos de um mês ou até em poucos dias, caso haja mais tempo disponível para se dedicar à leitura. 


Um aviso muito importante: A seguir, teremos SPOILERS para quem ainda não leu até o terceiro livro ou ainda não está acompanhando a série, então leia por sua conta e risco. u.u

Após a morte de Tywin Lannister, Cersei se ver mais sozinha do que nunca e não confia em mais ninguém em Westeros, exceto seu irmão, que nega o pedido de ser Mão do Rei Tommen. A Rainha então acredita que este é o seu momento de brilhar, já que esta nasceu mulher e a vida inteira foi dependente de homens no reino. Tommen se casa com Margaery, mas como ele tem apenas oito anos de idade, ela decide mostrar que pode moldar o garoto e fazê-lo entender melhor os assuntos do reino.
Aeron Greyjoy, o Cabelo-Molhado e irmão de Balon Greyjoy, o rei morto das Ilhas de Ferro, após saber da pretensão de seu irmão mais velho Euron Olho de Corvo, convoca uma Assembleia de homens livres para eleger o novo rei que precederá Balon.
Arya chega a Bravos e chega à Casa do Preto e Branco, um templo onde a morte é cultuada. Ela conhece então um homem amável e uma menina abandonada que usam roupas preto e branco e lhe ensinam muitas coisas sobre a religião.


Sansa continua no Ninho da Águia após a morte de Lysa Aryn, juntamente com Lorde Robert, seu primo e Lorde Baelish. No entanto, ela escurece o cabelo e se torna Alayne, filha bastarda de Mindinho.
Asha, filha de Balon, acreditando que seu irmão Theon faleceu, busca conquistar os homens de ferro e conseguir seu lugar na Cadeira de Pedra do Mar.
As filhas de Oberyn Martell são encarceradas pelo Príncipe Doran após mostrarem seus desejos de vingança para com Porto Real.
 Brienne procura Sansa, como promessa à Jaime, e nessa busca, encontra Podrick, antigo escudeiro de Tyrion e juntos percorrem diversos lugares atrás da bela donzela.
O novo conselho de Cersei é formado, e embora não tão confiável, para ela é melhor que ter algum Tyrell como membro. Cersei, com toda sua dissimulação, planeja juntamente com Osney algo que pode ser o fim do casamento de Tommen com Margaery.

Enfim gente, é muito bom o livro, todos deveriam ser obrigados a ler essa série! u.u haha
Até mais e boa leitura!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Resenha - Misery - Louca Obsessão - Stephen King

Bom dia gente, estou bem animada porque finalmente estou de férias! :D :D :D Oh semestre sofrido! D: Mas cá estou eu para aproveitar esses lindos dias para ler e jogar bastante. Hoje venho com muita alegria pra resenhar minha primeira leitura do Stephen King! Sempre quis ler algo dele e finalmente li, e simplesmente adorei.


Achei a narrativa tão cativante que fiquei maravilhada com a capacidade ímpar do Stephen de mergulhar na mente humana. Trata-se de Misery - Louca Obsessão. Como acontece com muitas obras dele, essse romance deu origem ao filme de mesmo nome, lançado em 1990. O livro foi lançado a pouco tempo no Brasil, então não resisti e comprei.

E claro, esse foi só o primeiro do autor que li, quero todos os outros em breve!
Vamos lá conhecer um pouco da história...

Paul Sheldon, autor super renomado de romances best-sellers sofre um acidente em seu camaro e Annie Wilkes, sua grande fã o encontra na estrada e mal podendo acreditar de quem se tratava, o leva para sua casa. Ela acomoda seu escritor preferido no quarto de hóspedes de sua casa e o mantém lá aprisionado. Annie  o obriga a escrever um novo romance, onde Misery, a protagonista e personagem que Annie tanta gosta, deve voltar à vida. Ela compra uma máquina de escrever velha e entrega a Paul, onde deverá iniciar o novo romance com exclusividade para ela.


E não só o obriga a escrever, mas exige que não ocorra trapaça na história e no modo em que Misery retornará em "O Retorno de Misery". Paul, que já tinha encerrado a trajetória de Misery com sua morte em seu último livro dessa personagem, se vê obrigado a escrever um novo livro se quisesse manter-se vivo.
Paul vive sob os cuidados de Annie, que foi enfermeira durante muitos anos. Ela medica ele com remédios muito fortes contra as dores que ele sente em suas pernas que foram os membros que mais sofreram lesões no acidente. Paul se torna dependente do remédio e até consegue sair do quarto com muito esforço, em uma das saídas de Annie, para pegar remédio no banheiro e esconder debaixo do colchão.
O que Paul não sabe é que Annie é perita para descobrir se algo foi mudado de lugar em sua casa. A menor alteração possível é visível aos olhos dela. E com alguns desses descuidos, Paul acaba sofrendo graves consequências.
Em uma das saídas de Paul do quarto, ele descobre um livro onde Annie cola recortes de jornais mostrando todas as suas vítimas. Sim, Paul descobre que Annie é uma maluca assassina e que vive impune.
A polícia vai até sua casa, mas a vida dele depende do comportamento de Paul. E vivendo dessa forma, Paul finaliza o seu romance, com um final excepcional. Entendam da forma que quiser!

Eu ainda estou maravilhada com a escrita do Stephen gente, me apaixonei! É leitura obrigatória pra quem ama histórias com muito suspense e horror.
Boa leitura! :)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Resenha - Sementes no Gelo - André Vianco

Boa tarde gente! Hoje vim falar de mais um livro do André Vianco. Trata-se de Sementes no Gelo. Esse livro foi publicado em 2002 pela Editora Novo Século. Existem duas capas, a minha é a segunda edição.
Adoro essa capa, e a fonte é grande, então a leitura foi rápida. A história é muito boa, o André conseguiu mais uma vez me surpreender! A qualidade do livro é muito boa, esse tem uma das capas que eu mais gosto de toda a obra dele.


Dessa vez, não temos vampiros e sim fantasmas. Crianças que não conseguiram chegar ao mundo por algum motivo, e exigem alguma explicação. Muitos querem ter a oportunidade de viver, outros querem se vingar de pessoas que tiraram suas vidas na Terra. Muitos defendem pessoas de situações perigosas, outros ajudam crianças que sofrem, matam estupradores. A primeira aparição dessas crianças sobrenaturais foi no presídio, onde estava preso um estuprador de crianças no qual foi brutamente assassinado por essas criaturas. Diante disso, o delegado da cidade entra em um dilema onde sua maior questão é a existência desses seres. Assim, crianças fantasmas invadem vários lugares em Osasco, e o ex casal Lisete e Rogério são  um dos visitados.



Lizete e Rogério, quando eram casados, tiveram dificuldade em ter filho,então recorreram à fertilização in vitro, onde o médico da clínica deu duas opções de embrião: Bruno e Pedro. O casal escolheu Bruno, que morreu ainda muito pequeno devido à uma doença. Só que agora Pedro atormenta os pais e quer ter uma chance de viver ao lado deles. Lisete recorre à Tânio Esperança, detetive e amigo dela. Assim, ele com a ajuda do delegado, de Rogério e de um padre desvendam esse misterioso caso maluco de fantasmas. No entanto, Tânio corre perigo devido à uma velha história durante sua infância e agora terá de ultrapassar e vencer o passado.

O livro tem um clima bem tenso, típico do autor, e em vários momentos dá pra sentir um medinho. Adoro essa atmosfera sobrenatural do André. Enfim, a resenha é curta porque além do livro ser bem pequeno, não quero dar spoilers. A leitura vale muito a pena e é um livro baratinho, então aproveitem essa experiência.

Boa leitura!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Uncharted 3 - O que achei!

Bom dia gente!
Hoje vou falar sobre um game que esperei muito para poder jogar e finalmente consegui. Eu já tinha jogado Uncharted 2 e tinha amado, e com o Uncharted 3 não foi diferente. O jogo é lindo demais, tem um gráfico impecável e a própria história em si é muito boa. Estou apaixonada por esse jogo, é sem dúvida um dos meus preferidos de PS3.
Uncharted 3 é um jogo de ação/aventura em terceira pessoa desenvolvido pela Naughty Dog exclusivamente para PS3. Para os fãs de Tomb Raider, é um prato cheio!
Antes de prosseguirem na leitura, quero avisá-los que a seguir terá spoilers!!!


Achei a jogabilidade muito boa, tanto no combate corpo a corpo quanto com armas. O personagem carrega consigo duas armas, uma de menor porte e outra maior, além de cinco granadas. O game fornece munição ao derrotar os inimigos e ela está presente em abundância.


O jogo inicia quando Nate Drake e Sully estão em Londres com Talbot para a negociação de um anel de Nate. Ao acusarem Talbot de lhes darem dinheiro falso, a luta começa.
Posteriormente, o game mostra Drake durante sua adolescência, quando este está em um museu em busca do anel de Sir Frances, mas é expulso quando suspeitam que ele pode ser ladrão. Nate nota o interesse de Sullivan no anel e segue, conseguindo roubar-lhe a carteira e pegar a chave do local em que o anel estava exposto no museu. No entanto, ele é perseguido por agentes de Marlowe, e Sully o salva e se torna seu mentor.

Nate e Sully vão a Síria e França e descobrem que Marlowe é a chefe de uma organização que buscar o poder explorando o medo dos seus inimigos. Ao irem para Iémen, Drake se encontra com sua esposa Elena e esta serve-se de guia para os dois. Eles localizam a tumba subterrânea, assim descobrindo a localização da cidade perdida e que Sir Francis Drake também tinha encontrado a tumba e que foi nesse  momento que ele abandonou a missão. 


Nate é atingido por um dardo alucinógeno . Ao acordar, encontra-se em uma mesa com Marlowe e inicia uma perseguição a Talbot após saber que este sabe a localização de Sully. Nate é esmurrado por Ramsés, um pirata de Marlowe e cosegue escapar do cativeiro e consegue alcançar um navio onde Sully foi capturado.

Nate descobre que era armação  e que Sully na verdade estava no deserto Rub’ al-Kjali e que para resgatá-lo, deveria apanhar um avião de carga de Marlowe. Com ajuda de Elena, ele consegue embarcar, mas é logo descoberto pelos homens de Marlowe e nessa luta que se segue, ocorre uma explosão, onde Nate é sugado para fora do avião e por sorte colide com uma grade de abastecimento que tem um pára-quedas implantado. O jogo prossegue no deserto. Nate é atacado por homens de Marlowe e um grupo de homens a cavalo, liderado por Salim o salva, também conseguindo salvar Sully. 






O verdadeiro mistério que aconteceu ao povo de milhares de anos atrás em Ubar torna-se evidente: quando o rei Salomão lançou o vaso de bronze para as profundezas da cidade, ele caiu na água e começou a contaminar a água com um poderoso alucinógeno. As pessoas foram levados à loucura, e a civilização na cidade desmoronou.
Nate descobre que foi em busca do navio que a Rainha Elizabeth enviou Francis Drake, mas ao saber as consequências de sua busca, abandona a missão e regressa a Inglaterra. Nate e Sully encontram Marlowe, que está usando um gincho para mergulhar o talismã de bronze na água, mas eles conseguem destruir esse guincho e a explosão atinge a cidade. Os dois tentam escapar da cidade em ruínas e encontram Marlowe e Talbot, onde ela se encontra afundando em areia movediça, levando o anel com ela. Nate atinge uma bala em Talbot, matando-o, quando este tenta matar Sully.
Por fim, Nate, Elena e Sully voltam para casa no novo avião de Sully.
 


Eu amei o game (e já estou ainda mais ansiosa para comprar o ps4 para jogar Uncharted 4), tenho certeza que a sequência será tão foda quanto esse. É sem dúvida uma das melhores experiências do ps3, vale muito a pena!
Boa jogatina!

Resenha - HQ - Destino - Crônicas de mortes anunciadas

Boa tarde gente! Hoje vim resenhar mais uma HQ para vocês. Trata-se de Destino - Crônicas de mortes anunciadas. Para quem leu Sandman, de N...